REPÚBLICA DA ATEIA território: bacia do Mediterrâneo; capital: Ibiza Malta pode ser um último reduto, a gente não se importa.

23.12.07

mais hipocrisia de natal

pois, estão a ver o bing crosby a tocar piano? e dou um prémio a quem ouvir sons de piano na música. claro que a orquestra também apareceu de repente e a última vez que ouvi falar de sonhar com um natal branco foi quando o pedro caldeira falou da estada com a família na flórida e estavam tristíssimos com tanto sol no natal.

10.12.07

um cartão pré-natal


hoje recebi um cartão pré-natal. são os que eu gosto mais porque não têm nada a ver com natal. podia também ser um cartão pós-natal.

27.11.07

o ursinho puff

pá, desconfio de quem foi votar à última hora na votação sobre o pacheco pereira e o abrupto! mas pronto, aquilo tava mesmo a revelar a importância do abrupto e do pacheco pereira aqui na ateia.
enfim, 3 votos tb estará perto da audiência total, e foi consensual na apreciação que foi de cariz sexual. tá tudo dito, mas da próxima só faço votação com bears mesmo giros.

26.11.07

série Anita

o boss desafia, a gente acata

22.11.07

20.11.07

uma sessão de esclarecimento para todos os funcionários do TRL. Já!

estava aqui a tentar escrever e racionalizar estas questões de sigilo médico e despedimento por justa causa do cozinheiro do hotel sana defendidos pelo tribunal da relação de lisboa. mas não consigo, é tudo tão irracional e cheio de preconceito que mentalmente consigo enumerar as razões para contestar esta situação, mas quando passo à escrita torna-se difícil enumerar todas elas.
apenas refiro que me veio à cabeça a questão do médico cirurgião que se viu na mesma situação do cozinheiro e ainda do caso da prostituta de torres vedras (curiosamente neste caso não foi referido pelo TRL a troca de fluídos "perigosos" como a saliva ou o suor).
em todos estes casos o que salta à vista é a absoluta ignorância e resistência à aprendizagem por parte de elementos chave da nossa sociedade (médicos, polícia e justiça) que se quereriam mais desempoeirados e pragmáticos.
num país com a maior taxa de infecção da europa ocidental, bastava pensar um bocadinho para se perceber que as probabilidades de se ter trocado gotas de suor ou lágrimas com um seropositivo são maiores do que em qualquer outro país próximo de nós. se isso significasse perigo de infecção estávamos todos tramados.
é o delírio da paranoia.

para quem anda equívocado:
Como se Transmite o VIH? Através de sangue, secreções sexuais e da mãe infectada para o filho.

11.11.07

PU-TU-GAL! PU-TU-GAL!

com atletas deste calibre (é a palavra indicada) ainda fico nacionalista.

9.11.07

a beata maria e a indulgência

sobre a ligação entre pedofilia e a igreja católica não há discussão possível. sem querer dizer que todos os elementos da igreja são coniventes e/ou pedófilos (eu não faço acusações de crime assim à toa) o facto é que a igreja católica tem servido de rede e de protecção a muitos pedófilos. isto deve-se tanto ao tabu sexo e ao medieval voto de castidade dos religiosos como a questões de poder presentes na história do catolicismo e na sua orgânica. se considerarmos que a pedofilia é exactamente o exercício do poder sobre o outro, estamos conversados.
por isso é giro ver beatas acharem incontestável que um cartaz de um festival de cinema lgbt que apresenta o rosto de uma criança como uma promoção da pedofilia.

igreja e pedofilia:
nos eua
em espanha
no vaticano

29.10.07

porque é que a m. tatcher me faz lembrar o c. silva?

o video tirei daqui porque há coisas que é sempre bom lembrar

25.10.07

viva a diversidade

linka o INSURGENTE. não só é divertido, quando não estamos enervados, como se encontram racicínios exuberantes e sobretudo contra-natura.

(google-bombimg)

21.10.07

porque é que eu leio blogues pra me informar

Porque os jornais portugueses "suck". Hoje no DN online na secção artes:

Michael Moore vende banha da cobra em 'Sicko'

EURICO DE BARRO

agora veja-se um editorial do New York Times sobre o mesmo filme (não, nunca iria contrapor um editorial do Dn com um do NYT...):

World’s Best Medical Care?

20.10.07

aula prática de abstinência

tirado daqui e dedicado com amor à Greta Christina

teste de lesbianismo

os verdadeiros amigos são aqueles que nos dão matéria pra escrever.
desta vez pulando de nomes em nomes e começando pela srª maria fernanda barroca (genorosidade sempre recorrente da Shyz e do WAT) passando para o dr gerard van der aardweg e finalmente cheguei aqui. a melhor parte é que tá tudo escrito em castelhano o que dá aquele tom curioso dos filmes de almodóvar e o cheiro a caramelos em badajoz 1982. agora a melhor parte se ainda não chegaram lá pelos links: o teste de lesbianismo!! vou fazer o meu teste agora mesmo confiante que não sou lésbico.

4.10.07

pontos de vista

de um
e de outro lado do atlântico

JOE BOXER

publicidade gratuita para empresas com humor: www.joeboxer.com

30.9.07

skins

esta sim uma série de adolescentes sem aquele ar plástico dos morangos com açúcar.
o trailer em versão longa aqui e o site oficial aqui.

29.9.07

a próxima ceia


"Parece que está a gerar polémica, nos states, o cartaz da última Folsom Street fair em São Francisco, uma semana de festejos gay/hardsex/SM/leather etc. Acho a foto excelente, todos os apóstolos estão a olhar uns pros outros, excepto o Cristo (gandas pecs, meu!), que está a olhar pra nós. No meio dos apóstolos, uma Irmãzinha da Perpétua Indulgência, o grupo "Drag" de apoio às vítimas da sida, mascarada de índio. No comments sobre a parafrenália em cima da mesa."

21.9.07

a companhia que faz tudo online excepto as reclamações


pois, as reclamações na Easyjet têm de ser em papel e por carta. o endereço para onde enviar também tem de ser arrancado a ferros.
ah, e desconfiem sempre dos tempos de ligação e distâncias aeroporto-cidade anunciadas no site da companhia. Por exemplo o aeroporto de Lubeck, anunciado como sendo o Lubeck/Hamburgo fica a uns 150 Km de Hamburgo...
não, não fui pago pelo lobby Ota/Alcochete

topless vs tronco nu

via lobbygay encontrei esta notícia deveras curiosa. Duas raparigas suecas postas fora de uma piscina apenas porque não cobriam o peito.
pessoalmente acho que o valor simbólico, icónico, sexual de um (ou dois) par de mamas e um bom peitoral masculino são absolutamente comparáveis, por isso estou absolutamente de acordo e solidário com as moças!

12.9.07

news of the world

renault have just brought out a people carrier so spacious that you can hardly notice that the kids are in the back. they have called the renault mccann.

9.9.07

não vou muito em remakes

hairspray, john waters

me and my shadow

daniel ash

6.9.07

PU-TU-GAL! PU-TU-GAL!

"Após um encontro com Durão Barroso e o colégio de comissários, que assinalou o final de uma visita de três dias às instituições europeias, em Estrasburgo e Bruxelas, Cavaco Silva manifestou a sua «satisfação muito especial» por voltar a reunir-se com o colégio de comissários, agora presidido por «um português» seu bem conhecido."

a satisfação pessoal de CS, deve-se também ao facto de o português que é presidente da comissão europeia ter pregado uma rasteira a um seu conterrâneo que na altura era um dos favoritos ao lugar que agora ocupa e ainda por ter sido a 4ª, 5ª ou 6ª escolha...

5.9.07

aaaarrghrhghgghgggh

porque é que tenho amigos que insistem em me enviar coisas destas?



O Presidente da Argentina recebeu esta imagem e a chamou de "lixo eletrônico". 8 dias mais tarde seu filho faleceu. Um homem recebeu esta imagem e imediatamente enviou cópias... sua surpresa foi ganhar na loteria!

Alberto Martinez recebeu esta imagem, deu-a a sua secretária para fazer cópias, mas eles esqueceram de distribuí-las: ela perdeu o emprego e ele perdeu a família.

Esta imagem é milagrosa e sagrada, não esqueça de enviá-la dentro de 13 dias a pelo menos 10 pessoas .

Não esqueça e você receberá uma grande surpresa!

25.8.07

Não existem tios

Acreditar que um substantivo se transforma em adjectivo é uma forma enviesada de moralismo.

Não conheço tios. Eu coço os colhões e penso, procuro e nada. Duas mãos, duas pernas, uma cabeça. Seres humanos.

Achar que tios existem, como quem pensa que existem cosmonautas é tonteria. Uns vestem sobrinhos com camisolas Gap, outras descoloram madeixas e usam berloques, todos lhes chamam tios, mas o que é isso de ser tio? O que conheço são irmãos de pais, cunhados de pais, irmãs de mães e etc.

15.8.07

Proposta para Lei da caça


Aqui na Ateia propõe-se a Lei da caça. Tiro ao prato em campo de tiro. Em alternativa uma consola no conforto do lar.

14.8.07

Redução do número de imigrantes em PT

Depois de ter lido ontem a notícia, creio que no DN online, fiquei a pensar no assunto e esperei por hoje para ver as reacções de preocupação de políticos, comentadores, bloggers e claro, do PR. Nada. Então? Na semana passada tudo histérico com a baixa reprodutividade em Portugal, esta semana ninguém liga nenhuma à sustentabilidade da segurança social, ao equilíbrio de natalidade versus mortandade nem ao enriquecimento genético da População (João Mirandaaaaaaaa!).
Hoje também procurava no DN e JN online, mas nada. Ou não tenho as ferramentas ou desapareceu mesmo. Só encontrei a notícia aqui, no entanto esta ainda estava no DN...

12.8.07

Proposta de lei para a Ateia

Drogas de qualidade para todos! Porque razão apenas os ansiolíticos, anti-depressivos e relaxantes musculares têm qualidade controlada?
Proposta para uma rede de bancas de controlo de qualidade.
Check-in

10.8.07

As tardes da Júlia

Este é um testemunho na primeira pessoa de uma criança traumatizada pela vivência no lobbi gay desde tenra idade.
"Tudo começou quando tinha 11 anos de idade. Os meus pais levaram-me ao meu primeiro Gay Pride nesse verão. Eu confiava muito nos meus paizinhos e sempre fui com eles para todo o lado, não achava que eles me poderiam levar a sítios e eventos que me fossem prejudicar tanto e traumatizar para o resto da vida. Nessa festa não se passou nada de especial, apenas encontrámos algumas pessoas conhecidas, amigos dos meus pais e alguns vizinhos. Havia gente a dançar, umas mais vestidas que outras. Algumas envergavam roupas de lycra, outras de cabedal, algumas até latex apesar do calor. Havia umas bancas que distribuíam preservativos de graça, eu até já tinha visto os anúncios de preservativos e na escola já tínhamos falado entre colegas sobre eles, mas assim ao vivo chocou-me, foi uma coisa da qual nunca mais me esqueci.
A partir daí começámos a frequentar apenas o bairro gay da cidade. Só íamos aos cafés e lojas da cena gay. Para comprar roupa para mim era difícil, mas sempre encontrávamos algumas peças, sobretudo em lycra, até porque alguns clientes dessas lojas gostavam muito de roupas assim justas e alguns números abaixo para evidenciarem atributos físicos. As férias eram invariávelmente em Mikonos e Lesbos. Na escola falavam dos filmes que viam, do Nemo, do Toy Stories e eu sentia-me ostracizada porque só via Fassbinder, Almodóvar e clássicos do star system. Não tinha conversa com os meus colegas.
Aos 15 anos rebelei-me e com algum dinheiro que tinha guardado das minhas semanadas consegui comprar umas roupas de algodão na HM. Desde aí a relação com os meus pais é muito tensa e há muita dificuldade em me aceitarem e nem foram à cerimónia religiosa do meu casamento.
Ainda hoje só consigo vestir no estilo Laura Ashley.
Julia"

Dedicatória II

Dedicatória I

8.8.07

a letra G.

Acho que tenho um espírito aberto, procuro compreender os outros, mesmo na católica apostólica, aceito bem a fé dos outros, etc. Não sou um homosexualista fundamentalista, a sério que não sou. Não faço questão de ir a paradas gay, nunca contei mas acho que a maioria dos meus amigos não chupa pela palhinha, gosto de sítios onde todos se sintam confortáveis, acho as crianças adoráveis (algumas e só as dos outros) e não sinto qualquer ímpeto em me casar de véu e grinalda (nem de fato). Acredito na singularidade de cada pessoa, seja nas ideias seja na sexualidade, por isso confesso que me faz alguma espécie o lobbi gay. Confesso também que me aborrece ser identificado pela minha orientação sexual, porque na verdade sou muito mais complexo que isso. Ou seja, eu não sou só aquilo que faço sexualmente. Mas também sou. A lei também discrimina os indivíduos pela sua singularidade e impede o acesso a direitos e regalias a grupos porque se distinguem pela sua sexualidade. É com base nisto, e apesar de durante muito tempo ter sido contra aquilo que considerava mimetismo, sou a favor de casamentos civis para pessoas do mesmo sexo. Relativamente a adopção de crianças passa-se o mesmo, e não é tanto pelo direito a adoptar, mas pelo direito a ser adoptado por pessoas que considero tão competentes como outras a educar, cuidar e fazer crescer e amar.
Agora ao que interessa. O Carlos G. Pinto (adoro a assinatura) acha que uma parada gay, que existe porque houve e há uma discriminação, preconceito, etc, é uma manifestação de cariz sexual que não deve contar com a participação de crianças e adolescentes. Depois de vários diálogos, uns mais produtivos que outros, continuo sem perceber a razão de tanto celeuma. Ele é contra o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, apesar de aceitar a união de facto - não me refiro a termo jurídico mas que vai dar ao mesmo-, é favorável à adopção por homosexuais. Será que acha que um casal gay que adopte vai esconder que dormem no mesmo quarto à criança adoptada? Bem, surgem-me assim em catadupa imensas questões de ordem prática e que sugerem a confrontação de crianças com orientações sexuais diversas e continuo sem perceber até que ponto é possível que haja uma aceitação social e combater preconceitos sem que as crianças participem.
Por outro lado a minha própria experiência de vida numa sociedade, ainda, bastante machista e machota, diz-me que a minha escolha do objecto sexual não é determinada pelo que vejo ou pelo que me é imposto.
Outra coisa que não consigo perceber é o que é que o Carlos G. (assim é mais curto) quer dizer com cariz sexual. Já estive em algumas paradas gay e nunca mas nunca vi mais nada do que demonstrações de afecto em público e insinuações sexuais, a maior parte das quais uma criança não iria perceber. Assim como não percebe determinadas tradições e costumes numa festa de casamento.


what else is new?

isto é muito grave?

Não concebo uma sociedade liberal onde o espaço público reprime as liberdades reais de alguns e onde certos modos de vida não são aceites.

e o resto dos links estão por aí

A grande batalha do bem contra o mal

Fui citado para um post num blog neoconservador/neoliberal/etc. Confesso que fico lisonjeado, não pelo contexto - já conhecemos os objectivos, características e métodos dos moralistas (aqui não resisti a parafrasear a PL!). É mesmo vaidade pela simples citação.

Agora fico na dúvida, explico melhor a frase citada? Respondo? Será mesmo preciso. É isto aquilo que se diz da infantilização da sociedade moderna? Pelo sim pelo não, e não sem vaidade, digo qualquer coisinha.

27.7.07

mais uma pela negativa

Como não encontrei nenhum video da campanha de prevenção deste verão da CNSida , o spot "Não faças da tua vida um jogo. Usa o preservativo", feito pelos alunos do 9º ano da Escola professor doutor Aníbal Cavaco Silva , de POÇO DE BOLIQUEIME, postei aqui a antítese.

21.7.07

circa 1945















coisas que não deviam abundar no metro de londres

República Laica da Ateia



estamos em plena época alta na Capital.

exóticos ao poder

dedico este post a todos e todas com gostos exóticos apelando ao sexo mais seguro, aqui como em Ibiza, a nossa capital.

Blog Archive

 
Site Meter